VillaseGolfe
· Cultura · · T. Redação · F. Direitos Reservados

Exposição Brito Capelo: memória(s) de uma rua

A partir de 13 de maio, em Matosinhos

Villas&Golfe Pub.
Conforme se pode ver numa pintura de José Resende, datada de 1886, esta zona da cidade era apenas um deserto, mas, a partir do início do século XX, a Rua Brito Capelo, em Matosinhos, inicialmente designada Rua do Juncal de Cima, viria a transformar-se no eixo estruturante de Matosinhos, acolhendo o comércio e a indústria, os cafés e os hotéis, o carro americano, o comboio, o metro, a biblioteca ou os paços do concelho. Um conjunto de imagens documenta esta transformação e faz parte de uma exposição intitulada Brito Capelo: memória(s) de uma rua, que estará patente a partir de 13 de maio, a céu aberto e nos mesmos locais por onde a história de Matosinhos transcorreu. A exposição é comissariada pelo historiador Joel Cleto e a sua inauguração, prevista para as 10h30, iniciar-se-á com uma visita guiada pelas memórias da Brito Capelo, começando no cruzamento com a Rua Sousa Aroso. Os participantes poderão fazer-se acompanhar de telemóvel e auriculares para, através de uma frequência de rádio, ouvir com toda a comodidade as histórias que Joel Cleto narrará. Reproduções de pinturas, cartas e fotografias do Arquivo Municipal integrarão esta exposição que poderá ser visitada entre a chamada rotunda da anémona (a Praça Cidade do Salvador) e o Mercado Municipal de Matosinhos. Brito Capelo: memória(s) de uma rua faz parte do programa Primavera em Matosinhos, a decorrer desde 30 de março e que pretende dinamizar e revitalizar o comércio tradicional e local.
Redação
T. Redação
F. Direitos Reservados