VillaseGolfe
· Cultura · · T. Maria Amélia Pires · F. Direitos Reservados

Santo Tirso

O antigo e o novo emoldurado de verde

Villas&Golfe Pub.
Fica a apenas 15 minutos do Porto, Braga e Guimarães. Bastante industrializado, o Município de Santo Tirso é também profícuo em parques e jardins, alguns deles embelezados por marcantes esculturas de arte contemporânea. Santo Tirso convida a explorar a diversidade paisagística, o contraste entre o património e a modernidade, a riqueza gastronómica, a grande tradição artesanal e um sem número de predicados que fazem deste concelho nortenho um local a visitar.

Iniciamos a nossa expedição com o Museu Internacional de Escultura Contemporânea de Santo Tirso, que teve origem numa proposta do escultor Alberto Carneiro ao município de Santo Tirso, em 1990, para a realização de um conjunto de simpósios de escultura no qual estivessem subjacentes temáticas ligadas à arte contemporânea. Após a realização de quatro simpósios, a Câmara Municipal aprovou, em 1996, a criação do Museu. Perante a necessidade de intervir no Museu Municipal Abade Pedrosa, instalado no Mosteiro de Santo Tirso, e precisando ainda de construir o novo Museu, a Câmara decidiu encomendar estes projetos aos arquitetos Eduardo Souto de Moura e Álvaro Siza Vieira, concentrando-os no mesmo local. A intervenção centrou-se na recuperação da essência do mosteiro e do seu contexto e na construção de um corpo novo, ambos acessíveis pelo mesmo átrio. O MIECST é hoje uma referência no panorama artístico internacional e inclui 55 esculturas de artistas de renome nacional e internacional nos espaços públicos e jardins da cidade.
Descobrimos a Fábrica de Santo Thyrso fundada em 1898 e encerrada em 1990. Tendo sido uma das mais emblemáticas fábricas têxteis do Vale do Ave, assumiu-se como um símbolo do progresso, motor do crescimento económico e promotor de importantes transformações sociais. Localizada na margem esquerda do Rio Ave, a fábrica constitui uma referência incontornável na memória coletiva de Santo Tirso. Quando, em 1992, a autarquia decidiu avançar com um Plano de Urbanização das Margens do Ave, a Fábrica de Santo Thyrso foi inserida no projeto. Hoje em dia, é um Quarteirão Cultural e Criativo, revitalizado, onde, para além de duas incubadoras, fomentando, desta forma, a criação de novas indústrias e sinergias, tem uma vertente comercial, inovadora, dinâmica. Honrando e enaltecendo a memória do seu passado, tem uma visão de futuro.
Com mais de 150 hectares e localizado em Água Longa, Vale Pisão-Nature Resort é um complexo residencial de luxo cuja grande atração é o campo de golfe. O Empreendimento começou a ganhar forma em 1999, embora só dez anos depois se tenha aberto oficialmente o campo de golfe. O campo de golfe é composto por 9 buracos com diferentes graus de dificuldade, complementado por uma academia, com todas as condições para a prática deste desporto. O layout do campo segue a estética natural da área geográfica, encaixando-se na paisagem natural do vale e aproveitando as encostas, vegetação e linhas de água. Assim, é possível ter um jogo variado e equilibrado com desafios interessantes.
A vegetação arbórea opulenta do Parque D. Maria II, situado no coração da cidade, constitui um espaço privilegiado de fruição com um ritmo de utilização diário. Consciente desta importância, a Câmara Municipal encetou em 1998 um projeto de revitalização deste espaço. Para além das obras de infraestruturação, foram criadas novas zonas, recuperados o lago e o coreto. O Parque Infantil foi completamente remodelado. Paralelamente a Câmara Municipal avançou com as obras de beneficiação da Casa de Chá, um projeto de 1940. O Parque D. Maria II foi reaberto ao público em 2001 e, desde essa data, tem sido palco de eventos e festividades. Também em 2001 foi inaugurado um painel de água que liga o Parque aos Jardins Adjacentes.
Por fim, foi na centenária Confeitaria Moura, no centro de Santo Tirso, que se fabricaram os primeiros pastéis Jesuítas em Portugal. Mais de cem anos depois, a família continua a seguir a receita deixada por um pasteleiro espanhol que terá trabalhado num convento de Jesuítas na zona de Bilbao. Embora se comercializem em todo o território nacional, os tradicionais e verdadeiros jesuítas, cuja receita está fechada a sete chaves, são mesmo os de Santo Tirso, um dos símbolos e ex-libris da cidade.
É provavelmente a cidade portuguesa com mais obras de arte no espaço público, mas os encantos de Santo Tirso não se esgotam na sua próspera atividade cultural. Este concelho verde, que tem o Ave como horizonte, soube preservar a memória do passado. As tradições, as festas e romarias ainda estão bem vivas na alma das suas gentes, assim como a rica gastronomia e os galardoados vinhos verdes arrebatam autóctones e visitantes. A indústria têxtil não tem o vigor de outrora, mas Santo Tirso reinventou-se, inovou, fez-se presente, com os olhos postos no futuro.

 

Fábrica de Santo Thyrso
Fábrica de Santo Thyrso
Museu Internacional de Escultura Contemporânea de Santo Tirso
Museu Internacional de Escultura Contemporânea de Santo Tirso
Museu Municipal Abade Pedrosa
Museu Municipal Abade Pedrosa
Vale Pisão-Nature Resort
Vale Pisão-Nature Resort
Parque D. Maria II
Parque D. Maria II
Jesuítas
Jesuítas
T. Maria Amélia Pires
F. Direitos Reservados