VillaseGolfe
· City Break · · T. Maria Amélia Pires · F. Direitos Reservados

Zermatt

Sonhos de inverno

Villas&Golfe Pub. PUB HOMES IN HEAVEN Pub. PMmedia PUB Pub.
A emblemática montanha da caixa do chocolate Toblerone é um dos ex-libris da região, mas Zermatt, um vilarejo suíço há muito a alimentar os sonhos de inverno, tem mais de 38 picos acima dos 4000 m de altitude, assim como escarpas estonteantes que nos fazem sentir ínfimos perante uma natureza grandiosa. O constante manto de neve durante os meses de inverno denuncia a sua localização: o coração dos Alpes suíços, no Cantão de Valais. Bem perto, as vilas de Täsch e Randa e a fronteira com Itália.

Zermatt fica a 1620 m de altitude, mas o seu eficiente sistema de transporte, como comboios e teleféricos, leva-nos, em poucos minutos, ao cume de montanhas com vistas arrebatadoras. Tem pouco menos de 6000 habitantes (2016), porém as suas infraestruturas, das quais fazem parte cerca de uma centena de hotéis e igual número de restaurantes, competem com grandes urbes. Circundada por natureza exuberante, Zermatt tem sempre nos seus cartões-postal Matterhorn (também sempre presente nas caixas dos famosos chocolates), um grande rochedo com 4478 m de altura de forma piramidal e coberto de neve durante os 365 dias do ano, que se tornou, também, o símbolo da Suíça.
A região – reconhecida também pelas preocupações ambientais – possui 360 km de pistas de ski que, no verão, dão lugar a 100 km de trilhos para bicicletas e 400 km para caminhadas. Os automóveis são proibidos no centro da vila, por questões ambientais, claro, e também porque as ruelas são estreitas e sinuosas. Apenas bicicletas e pequenos carros elétricos podem circular. Enfeitando esta morfologia íngreme, há encantadoras casinhas de madeira em estilo alpino que convidam à exploração de cada recanto. Em cada curva, um novo cenário remete-nos para um qualquer conto de fadas.
Gornergrat é uma das montanhas mais visitadas em Zermatt. O panorama alpino e a vista gloriosa para Matterhorn tornam o passeio inesquecível. O Museu do Matterhorn merece uma visita, assim como é obrigatório explorar as ruas repletas de boutiques, lojinhas de souvenirs, cafés, padarias e restaurantes. E há que caminhar, pedalar, fazer ski, trekking, snowboard e… respirar o ar puro dos Alpes Suíços.

Zermatt tem mais de 38 picos acima dos 4000 metros de altitude.

T. Maria Amélia Pires
F. Direitos Reservados