· Hotel · · T. Maria Amélia Pires · F. Direitos Reservados

Bürgenstock Hotels & Resort

Elegância alpina… a 500 metros de altura

Villas&Golfe Pub.
Royal Villas Pub.

Apelidado de «o projeto hoteleiro do século», o complexo Bürgenstock Hotels & Resort é um capítulo à parte na história da hotelaria suíça. Em finais do século XIX, os suíços Franz Josef Bucher e Joseph Durrer compraram uma área no alto da montanha Bürgenstock e construíram ali o Grand Hotel Kurhaus. Em 1873, passa a chamar-se Grand Hotel Bürgenstock. Atualmente, e depois de quase uma década de obras e centenas de milhões de euros investidos para recuperar um conjunto de hotéis que teve a sua época de ouro no final do século XIX, início do século XX, a área total é de 60 hectares. 
Fica localizado no alto do Monte Bürgenstock, a 500 metros de altura, debruçado sobre o Lago Lucerna, a cerca de 30 minutos da cidade homónima e a 1h30 de Zurique. As paisagens arrebatadoras foram, com certeza, os motivos que seduziram Audrey Hepburn, que ali se casou com Mel Ferrer em 1954, ou Sophia Loren que viveu ali durante vários anos, ou de tantas outras reputadas figuras, como Charles Chaplin, Kofi Annan e Jimmy Carter, que, ano após ano, regressavam àquele luxuoso recanto suíço.
O Bürgenstock Hotels & Resort, reinaugurado em finais de 2017, é constituído por quatro hotéis nas categorias três, quatro e cinco estrelas (Taverne 1879, Waldhotel, Palace Hotel e Bürgenstock Hotel), 67 residências, campo de golfe, trilhos, um spa, sala de cinema, mais de dez restaurantes e bares, além de uma bela adega. Possui ainda o Hammetschwand, considerado o elevador externo mais alto da Europa.
Há muitas formas de lá chegar, mas a mais arrebatadora será de barco, a partir da cidade de Lucerna, deslizando lentamente sobre o lago. Ao desembarcar, o funicular subirá quase a pique até ao resort que, empoleirado nas escarpas, parece desafiar as leis da gravidade.
Detenhamo-nos no luxuoso cinco estrelas Bürgenstock Hotel, onde o ambiente e as paisagens que de lá se avistam são de tirar o fôlego. Por todos os lugares, a decoração é sóbria, elegante, com toques típicos dos Alpes. O pé direito alto, a lareira em pleno coração do hall principal, a adega, os quartos com vistas para o lago e para a montanha, as amentities da marca Bvulgari, o magnífico spa… tudo foi pensado ao pormenor, e é também por isso que o hotel integra o exclusivo Leading Hotels of the World.
Num dos restaurantes, o Spices Kitchen & Terrace, parece que a Ásia sobe montanha acima e nele desembarca com os seus sabores exóticos. Enquanto os sabores do Oriente são preparados numa cozinha aberta e o menu é servido, farrapos de neve caem lá fora, mergulhando lentamente no lago. Já no Alpine Spa, o silêncio é cortado por músicas suaves e rumores de água. São 10.000 m2 divididos por três andares, com áreas internas e externas. Nadar na piscina externa infinita (35°C) com vista para os Alpes é uma experiência inolvidável. Lá dentro, existem mais quatro piscinas, entre as quais a piscina interna aquecida (30°C) e a Piscina Alpine Eco (20-24°C). Dez salas de tratamento, Spa Garden (um jardim panorâmico com Pool Bar), Centro Fitness, Spa Boutique e Sala de Silêncio Panorâmica são outras das aprazíveis áreas.
Fazer uma reserva no Bürgenstock Hotel não é tarefa fácil mas, depois de o conseguir, este elegante resort, uma simbiose entre o moderno e o tradicional, com a marca da hospitalidade suíça, deixará memórias inesquecíveis e vontade de regressar. 

Maria Amélia Pires
T. Maria Amélia Pires
F. Direitos Reservados