· Hotel · · T. Redação · F. Direitos Reservados

Ocupação hoteleira subiu na Páscoa e manter-se-á no verão

Preços sobem na época estival

Villas&Golfe Pub.

Segundo a AHP, Associação de Hotelaria de Portugal, a taxa de ocupação dos hotéis nacionais atingiu os 71% em abril de 2019, enquanto o preço médio por quarto ocupado (ARR) e o preço médio por quarto disponível (RevPar) cresceram 6%. Segundo a mesma Associação, em abril os destinos Algarve e Oeste (mais 20%) e Minho (mais 14%) foram os que apresentaram uma maior subida no ARR, enquanto os destinos turísticos com o RevPar mais elevado foram Lisboa (103 euros), Grande Porto (73 euros) e Estoril/Sintra (67 euros). Por sua vez, os destinos com taxas de ocupação mais elevada foram Lisboa (85%), o Grande Porto (77%) e a Ilha da Madeira (76%). Assim, a tendência de queda de 2018 foi invertida na última época de Páscoa. Relativamente ao verão, prevê-se que a taxa de ocupação e de estadia média estabilize face ao ano transato, mas espera-se que os preços aumentem. «À semelhança do que aconteceu no verão de 2018, os hoteleiros estão menos otimistas em termos de crescimento da ocupação, isso acontece porque já estamos a falar de valores acima dos 80%, pelo que, naturalmente, é menor o potencial de crescimento», refere a presidente executiva da AHP, Cristina Siza Vieira.


Redação
T. Redação
F. Direitos Reservados