VillaseGolfe
· Arquitetura · · T. Maria Amélia Pires · F. Direitos Reservados

Casa Kloof 145

Elegantes reflexos da montanha

Royal Villas Pub.
As encostas ocidentais de Lion's Head, na Cidade do Cabo, África do Sul, eram antigamente cobertas por florestas nativas. Hoje em dia, conserva-se a vontade de preservar ao máximo o verde e as paisagens extasiantes que de lá se avistam. 
O reputadíssimo gabinete de arquitetura Saota é conhecido pela sua preocupação em inserir os edifícios na paisagem, como se dela fizessem parte. Na Casa Kloof 145 não foi diferente. O primeiro desafio foi a morfologia do terreno, que teve de ser escavado para acomodar a estrutura. A casa foi concebida como um arranjo de blocos escalonados que se erguem ao longo da encosta da montanha, com os níveis superiores recuados e privados, protegidos da visibilidade e do barulho da rua.

Há um espaço de transição: um terraço verde, representando o que teria sido o nível da copa das árvores.

A área inferior do edifício é expressa como «um bloco de pedra bruta», tendo o seu exterior paredes de gabião e o interior carvalho e concreto, refletindo a montanha de onde a estrutura emerge. Acima deste piso, há um espaço de transição: um terraço verde, representando o que teria sido o nível da copa das árvores. Todos os níveis da casa estão conectados por uma escultural escadaria de madeira que gradualmente se torna mais leve à medida que se eleva. Uma caixa de ripas verticais paira sobre o terraço, funcionando como telas que podem ser abertas ou fechadas para ajustar a quantidade de luz. 
Acima do terraço, estão as áreas sociais, materializadas com texturas cruas e materiais naturais. No nível mais alto, acima das copas das árvores, situam-se as áreas privadas, onde abundam as cores claras, as claraboias e as paredes de vidro, abrindo as vistas para as praias arenosas, para as montanhas e para o Oceano Atlântico.
T. Maria Amélia Pires
F. Direitos Reservados