· Economia&Negócios · · T. Redação · F. Direitos Reservados

Portugueses com Índice de Confiança mais elevado

Otimismo luso superior ao da média europeia

Villas&Golfe Pub.
Six Sense Douro Valey Pub.

Segundo os estudos do Índice de Confiança e Growth Reporter, da Nielsen, Portugal regista um Índice de Confiança dos mais altos de sempre, invertendo o seu histórico pessimismo. Com um Índice de Confiança de 91 pontos, o nosso país revela agora um nível de otimismo superior ao registado na média Europeia (83 pontos), ultrapassando países como Espanha (88), França (72) e Itália (68). Num país cada vez mais envelhecido, entra no top de preocupações o bem-estar e a felicidade dos pais, mas é a Saúde e o Equilíbrio entre a vida pessoal e profissional que assumem caráter prioritário entre os consumidores. Estas duas preocupações são ambas apontadas por 28% dos consumidores, deixando a quase dez pontos percentuais o emprego, o aumento das contas a pagar ou a economia.
Em anos transatos, a Nielsen tinha vindo a observar uma estabilização do crescimento em volumes, ou seja, o consumo propriamente dito não estava a aumentar, verificando-se apenas aumentos em valor. No entanto, registou-se no primeiro trimestre de 2019 um crescimento de 1,6% em volume, contrariamente ao que se passa na Europa, onde os volumes recuaram 0,5%.Também em valor Portugal se destaca relativamente à média europeia, fazendo parte do Top 10 dos países que mais crescem em valor (3,1% em Portugal; 2,4% na Europa). O efeito-preço também cresce 1,5% neste período, comprovando que os portugueses estão a comprar mais e a preços mais elevados.

Redação
T. Redação
F. Direitos Reservados