Agnieszka Kijonka

Há 50 anos por Portugal

André Jordan

Opinião Anterior
Agnieszka Kijonka

O que aumenta o valor do seu imóvel?

Agnieszka Kijonka

Próxima Opinião

Investindo nas raízes, protegendo o Património

Pedro Couto

PCA Telhabel

Pedro Couto

A preservação do património cultural do nosso país, assim como o contributo para o desenvolvimento da economia local são pilares essenciais na reabilitação, cada vez mais frequentes, de espaços urbanos e rurais. Estes são, igualmente, os objetivos sempre presentes na atividade empresarial do Grupo Telhabel.
Por forma a citar-vos um exemplo, gostaria de vos falar sobre a recuperação do Palácio da Igreja Velha, sito em Vermoim e edificado em 1881, que se assume como o mais emblemático registo do nosso compromisso social, capaz de superar desafios e de criar projetos económicos inovadores.
O Palácio da Igreja Velha foi, durante muitas décadas, a mansão de uma importante propriedade rural, ao estilo barroco, com duas torres acasteladas e uma capela anexa – a Capela S. Francisco de Assis –, de estilo neogótico, caso muito raro em Portugal. Está rodeado de belos jardins e de uma vasta área de zonas verdes, em perfeita harmonia de adaptação arquitetónica, que nunca perdeu de vista a traça dos edifícios e o espírito do local. O contraponto antigo/novo afirmou-se pela mistura entre materiais da região e outros mais atuais, com processos construtivos originais, os quais foram executados pela empresa Telhabel – Construções, S.A., mantendo uma harmonia cromática e volumétrica na paisagem.
O projeto de arquitetura, cujos autores foram os Arquitetos Vicente Gouveia, Nuno Poiarez e Pedro Afonso, foi inclusive destacado em várias publicações internacionais e galardoado com o prémio Popular Choice A+ Awards, na categoria Details-Architecture + Metal, do concurso Architizer, devido à estrutura de aço corten que reveste grande parte do edifício, a qual, juntamente com o granito, a madeira e o betão, dão corpo ao conceito inspirado nos antigos espigueiros da região. Esta tradicional estrutura rural encontra-se principalmente a Norte de Portugal e é alvo de interesse etnográfico e turístico.
O Palácio da Igreja Velha é, hoje, um esplêndido espaço de eventos, único em Portugal, que proporciona um encontro inesquecível com a história, a natureza, a singularidade e a hospitalidade do norte do país. E esta é, na minha perspetiva, a estratégia que se deseja para um Portugal cada vez mais atrativo, capaz de um desenvolvimento sustentável e de um crescimento industrial e empresarial de mãos dadas com o que temos de melhor e deve ser preservado.