VillaseGolfe
· Gourmet · · T. Joana Rebelo · F. Direitos Reservados

Pierre Hermé Paris

Uma doce tentação

Villas&Golfe Pub. PUB HOMES IN HEAVEN Pub.
Vidago Villa Pub.
PMmedia PUB Pub.
Como uma criança desejosa por um doce maior que o seu rosto, Pierre Hermé cresceu a explorar os sabores do Marshmallow, Tarte Bourdaloue, Riz au Lait e Crêpes Suzette. Passados alguns anos, concluiu que há conjugações de sabores que marcam ao ponto de nos sentirmos invadidos por um prazer delicioso, sem qualquer palpite relativo à sua origem. É nesse momento que se cria o vínculo que, mais tarde, se for bem trabalhado, poderá ser revivido tão intensamente como da primeira vez.
Hoje, as pernas de Pierre Hermé cresceram, e o seu coração é mais doce e alegre. Ainda assim, recordar é viver, e foi esse o motivo que levou à criação da nova coleção. Time Retrouvé é, nada mais, nada menos, que um universo aveludado, doce, terno e livre, onde pozinhos nostálgicos pairam sobre o ar e a memória afetiva atua no centro do comando. Trata-se de uma coleção que parte em busca dos sabores da infância e, quando os encontra, aperfeiçoa-os, com pinceladas inspiradas nas tendências do mundo contemporâneo. Cada um poderá encontrar a sua própria história dentro de uma caixa artística, que combina poesia, cores outonais, flores ardentes e pepitas de ouro. Mas todas as histórias emotivas devem ser preservadas e reveladas apenas a quem merece esse privilégio, e é por isso que a Pierre Hermé Paris as mantém em segredo, protegidas por um fio dourado que só desenrola à velocidade do pensamento quando chega ao destino certo.
Uma coleção que parte em busca dos sabores da infância

Está, agora, tudo a postos para conhecer os protagonistas da coleção, lembrando que será difícil batalhar contra a água na boca. Caramelo, laranja e licor Grand-Marnier são o trio constituinte do Macaron Crêpe Suzettte, um excelente ponto de partida para alimentar o coração do sabor nostálgico dos crepes Suzette. Seguindo para o campo das cores marcantes, destaca-se o Macaron Rose Bonbon, a Barbie da coleção, composta por marshmallow, aquele sabor que persiste em ficar no palato porque nunca será demais saboreá-lo. O Macaron Infiniment Réglisse é uma outra opção, assente nos sabores indefiníveis do alcaçuz, mas, caso não seja chamativo, sempre tem os Macaron Opéra, Macaron Citron Et Pâte Sablée e Macaron Huile D’Olive Et Vanille, onde o chocolate, o limão e a baunilha reinam, respetivamente. Mas a Pierre Hermé Paris não se ficou por aqui. Em ponto miniatura e com um requinte de outro nível, a marca invoca a pastelaria tradicional com seis modelos icónicos. O destaque vai para a Tarte Saint-Honoré, um bolo Saint-Honoré em dimensão pequena, onde o tamanho não compromete a magia entre a suavidade da massa, a evanescência do chantilly e o sabor regressivo do caramelo. Caso ainda tenha espaço vago para prosseguir esta viagem gustativa, ainda lhe restam os sabores do pão de ló de café, a supremacia do pistácio, a suavidade da compota de pera e o divinal arroz-doce de caramelo.
E então, depois deste turbilhão de sensações, emoções e contrastes, confirma que Pierre Hermé Paris é, de facto, o «Picasso da Pastelaria»?
T. Joana Rebelo
F. Direitos Reservados
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi